POPULISMO E CRISES DA DEMOCRACIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31068/tp.30305

Palavras-chave:

Democracia, Populismo, Qualidade da Democracia, Przeworski, Crise

Resumo

Em seu livro mais recente, “Crises da democracia”, publicado no Brasil em 2020, pela editora Zahar, Adam Przeworski, professor de política e economia da Universidade de Nova York, dá sua aguardada contribuição ao recente e acalorado debate sobre uma possível reversão democrática no cenário mundial. O livro se encontra dividido em três partes, sendo a primeira delas “O Passado: Crises da Democracia”, a segunda “O Presente: O que está acontecendo?” e a terceira “O Futuro?”, somando um total de dez capítulos.

Biografia do Autor

Ana Tereza Duarte Lima de Barros

Mestranda em Ciência Política (UFPE). Bolsista de mestrado (CNPq). Bacharela em Direito (Unicap).

Jorge Henrique Oliveira de Souza Gomes, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorado em andamento em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco. Possui mestrado (2018) e bacharelado (2015) nessa mesma área, ambos pela Universidade Federal de Pernambuco. Durante o mestrado foi bolsista de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e hoje é pesquisador bolsista do Conselho de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). É professor de Ciência Política, Teoria Geral do Estado e Metodologia na Autarquia Municipal de Ensino Superior de Limoeiro (FACAL) desde 2018. Atuou durante o ano de 2021, como docente, no projeto Lideralepe, da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (ALEPE). É membro do PRAETOR, grupo de estudos sobre o Poder Judiciário, Política e Sociedade da UFPE, do NTD (Núcleo de Teoria Democrática da UFPE) e do NEPPU, Núcleo de Opinião e Políticas Públicas da UFPE. Tem experiência nas áreas de Epistemologia, Teoria Política e Poder Judiciário, trabalhou no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) como Agente de Pesquisa e Mapeamento. Possui iniciativa de divulgação científica e conscientização política no site Youtube através do canal "Jorge Gomes - Política Consciência".

Referências

Alexander, Amy C. e Welzel, Christian. 2017. The Myth of Deconsolidation: Rising Liberalism and the Populsit Reaction, Journal of Democracy Web Exchange. Disponível em: Online Exchange on “Democratic Deconsolidation” | Journal of Democracy. Acesso em: 15 de jul. 2021.

Amorim Neto, Otávio e Samuels, David. 2021, “Raízes da Aberração Política Brasileira”. Latinoamerica 21. Disponível em: https://latinoamerica21.com/br/raizes-da-aberracao-politica-brasileira/ . Acesso em 22/07/2021.

Bugaric, Bojan. 2019. Could Populism be Good for Constitutional Democracy?, Annual Review of Law and Social Science, 15: 41-58.

Diamond, Larry. 2004. Elecciones sin democracia. A propósito de los regímenes híbridos. Estudios Políticos, 24.

Diamond, Larry. 2015. Facing Up the Democratic Recession. Journal of Democracy, 26 (1): 141-155.

Eatwell, Roger e Goodwin, Matthew. 2020. Nacional-populismos. A revolta contra a democracia liberal. Rio de Janeiro: Record.

Foa, Roberto Stefan e Mounk, Yasha. 2016. The Danger of Deconsolidation: The Democratic Disconect, Journal of Democracy, 27 (3): 5-17.

Freidenberg, Flavia. 2007. La tentación populista. Una vía al poder en América Latina. Madrid: Editorial Síntesis.

Gomes, Jorge. 2018. Resenha How Democracies Die, Revista Cadernos de Campo, (25).

Levitsky, Steven e Way, Lucan. 2010. Comparative Authoritarianism – hybrid regimes after the Cold War. Cambridge: Cambridge University Press.

Levitsky, Steven.; Ziblatt, Daniel. 2018. How Democracies Die. Nova York: Crown Publishing.

Linz, Juan J. 1990. The Perils of Presidentialism, Journal of Democracy, 1 (1): 51-69.

Mainwaeing, Scott; Shugart, Matthew. 1997. Presidentialism and Democracy in Latin America: Rethinking the Terms of the Debate. In Scott Mainwaring e Matthew Shugart (Org.). Presidentialism and Democracy in Latin America. Cambridge: Cambridge University Press.

Melo, Marcus. 2021. “As Instituições Estão Funcionando?”. Folha de São Paulo. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/marcus-melo/2021/07/as-instituicoes-estao-funcionando.shtml . Acesso em 22/07/2021.

Mounk, Yascha. 2019. O Povo Contra a Democracia. São Paulo: Cia das Letras.

Norris, Pippa. 2017. Is Western Democracy Backsliding? Diagnosing the Risks, Journal of Democracy Web Exchange. Disponível em: Online Exchange on “Democratic Deconsolidation” | Journal of Democracy. Acesso em: 15 de jul. 2021.

O’Donnell, Guillermo. 1994. Democracia delegativa, Journal of Democracy, 5 (1): 7-23.

Przeworski, Adam. 2019. Morte da democracia virou bordão para atrair a imprensa. (Entrevista). Folha de São Paulo. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2019/05/morte-da-democracia-virou-bordao-para-atrair-imprensa-diz-autor.shtml?fbclid=IwAR1Gtew55-ccTJO1w7A1svFTH6G6iz0aUXqeWjGbOsAB61mjO-A0-h_QRqQ . Acesso em 15/07/2021.

Przeworski, Adam. 2020. Crises da democracia. Rio de Janeiro: Zahar.

Voeten, Erik. 2017. Are people really turning away from democracy?, Journal of Democracy Web Exchange. Disponível em: Online Exchange on “Democratic Deconsolidation” | Journal of Democracy. Acesso em: 15 de jul. 2021.

Zakaria, Fareed. 1997. The Rise of Illiberal Democracy, Foreign Affairs, 76 (6): 22-43.

Downloads

Publicado

2022-08-22

Edição

Seção

Resenhas