TEORIAS E MODELOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS: UMA REVISÃO DAS ABORDAGENS SOBRE O PROCESSO DE POLÍTICAS

Autores

  • Ivan Filipe de Almeida Lopes Fernandes
  • Lia de Azevedo Almeida

DOI:

https://doi.org/10.4322/tp.v28i1.706

Resumo

Este trabalho apresenta as diferentes teorias e modelos da Ciência das Políticas Públicas, discutindo a evolução e adensamento do campo. Os primeiros modelos a teorizar sobre o processo de política pública entendiam-no como resultado de decisões técnicas em etapas bem definidas. As contribuições das décadas de 1980-90 assumiram que as políticas seriam moldadas por contextos, arranjos institucionais e diversos atores, cujo comportamento definir-se-ia por crenças, interesses e ideias. Em seguida, destacamos a terceira geração cujas abordagens demonstram a crescente preocupação com a complexidade institucional e o gerenciamento do processo das políticas. Argumentamos que a evolução da agenda de pesquisa em políticas acompanha as mudanças nas próprias atividades estatais. A complexidade dos modelos aumenta em resposta às novas realidades e demandas sobre à administração pública e às políticas públicas, como a ampliação da participação e arranjos institucionais mais complexos. Por fim, traçamos breves considerações sobre os desafios do campo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14/07/2019

Como Citar

FERNANDES, I. F. de A. L.; ALMEIDA, L. de A. TEORIAS E MODELOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS: UMA REVISÃO DAS ABORDAGENS SOBRE O PROCESSO DE POLÍTICAS. Teoria & Pesquisa Revista de Ciência Política, São Carlos, v. 28, n. 1, 2019. DOI: 10.4322/tp.v28i1.706. Disponível em: https://www.teoriaepesquisa.ufscar.br/index.php/tp/article/view/706. Acesso em: 24 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Métricas