Construção de narrativas em contextos de crise: coletivos de comunicação das periferias na pandemia de Covid-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31068.310201

Palavras-chave:

Covid-19, quadros interpretativos, pandemia, coletivos de comunicação, periferias

Resumo

O artigo tem como foco compreender os quadros interpretativos elaborados pelos coletivos de comunicação das periferias, durante a pandemia de Covid-19. Ela se tornou um momento de grande mobilização social, à medida em que as autoridades públicas e parte da sociedade negavam a sua gravidade. A maneira como ela está sendo vivenciada pelas periferias, dado o descaso estatal, só pode se tornar pública através da ação coletiva e da disputa de narrativa sobre a situação. Existem disputas tanto relacionadas à identificação de problemas e culpados, definição do que é a pandemia e como está sendo vivenciada; quanto com relação a quais são as soluções, o que vem depois, o que seria o novo normal. A pesquisa foi feita mediante coleta de dados em plataformas digitais – Twitter e Facebook – e realizamos análise de conteúdo das publicações em software de análise qualitativa, a fim de mapear as principais categorias que identificam os quadros dos coletivos de comunicação periféricos nesse contexto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Referências bibliográficas

ABERS, R.; ROSSI, F.; VON BÜLOW, M. State-societyrelations in uncertains times: Social movement strategies, ideational contestation and the pandemic in Brazil and Argentina. International Political Science Review, Special Issue: The Political Ramifications of Covid-19. v. 00, n. 0, p. 1–17, 2021.

ABERS, R.; VON BÜLOW, M. A sociedade civil das periferias urbanas frente à pandemia (março-julho 2020): Repositório de iniciativas da sociedade civil contra a pandemia. Brasília-DF: Repositório de Iniciativas da Sociedade Civil contra a Pandemia do Grupo de Pesquisa Resocie, Universidade de Brasília, 2020a. Disponível em: .

ABERS, R.; VON BÜLOW, M. Agir, interpretar, imaginar: movimentos sociais frente à pandemia. 12o Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP), 19-23 de outubro de 2020, 2020b.

AVRITZER, L. O pêndulo da democracia. São Paulo: Todavia, 2019.

AVRITZER, L. Política e antipolítica: a crise do governo Bolsonaro. 1. ed. São Paulo: Todavia, 2020.

BARBERIA, L. et al. BOLETIM 4 - Falta de coordenação entre governo Federal e estados enfraquece a política de distanciamento social. A flexibilização sem critério pode agravar a pandemia: Covid-19: políticas públicas e as respostas da sociedade. [s.l.] Rede de Pesquisa Solidária, 30 abr. 2020a.

BARBERIA, L. et al. BOLETIM 15 - Auxílio emergencial do governo tem impacto positivo na renda dos mais vulneráveis, mas não diminui mobilidade. A ausência de uma estratégia integrada do setor público enfraquece a efetividade das medidas contra a pandemia.: Covid-19: políticas públicas e as respostas da sociedade. [s.l.] Rede de Pesquisa Solidária, 10 jul. 2020b.

BARRETO, M.; GONÇALVES, A.; SILVA, W. Organizações sociais comunitárias no enfrentamento dos efeitos da Covid-19, 27 jul. 2020. Disponível em: <https://www.facebook.com/397405070321390/videos/215642736404412/>

BENFORD, R.; SNOW, D. Framing Processes and Social Movements: An Overview and Assessment. Annual Review of Sociology, v. 26, n. 1, p. 611–639, ago. 2000.

BLYTH, M. The transformation of the swedish model. World Politics, v. 54, p. 1–26, [s.d.].

BOLTANSKI, L.; THÉVENOT, L. The sociology of critical capacity. European Journal of Social Theory, v. 2, n. 3, p. 359–377, 1999.

BOSCHI, R. A arte da associação: política de base e democracia no Brasil. Rio de Janeiro: Editora IUPERJ, 1987.

BOSCHI, R.; VALLADARES, L. Problemas teóricos na análise de movimentos sociais: comunidade, ação coletiva e o papel do Estado. V Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-graduação e pesquisa em Ciências Sociais, p. 20, 1981.

CASTRO, B. Covid-19 e sociedade: ensaios sobre a a experiência social da pandemia. 1. ed. Campinas-SP: UNICAMP, IFCH, 2020.

CEFAI, D. Como nos mobilizamos? A contribuição de uma abordagem pragmatista para a sociologia da ação coletiva. Dilemas: Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, v. 2, n. 4, p. 11–48, 2009.

CEFAI, D. Públicos, problemas públicos, arenas públicas ... o que nos ensina o pragmatismo (parte 2). Novos Estudos CEBRAP, v. 36, n. 2, p. 129–142, 2017a.

CEFAI, D. Públicos, problemas públicos, arenas públicas - O que nos ensina o pragmatismo (parte I). Novos Estudos2017, v. 36, n. 01, p. 187–213, 2017b.

COLLIER, D.; COLLIER, R. Framework: critical junctures and historical legacies. In: Shaping the Political Arena: Critical Junctures, the Labor Movement and regime dynamics in Latin America. 2. ed. Notre Dame, Indiana: University of Notre Dame Press, 2002. p. 27–39.

CUFA; DATA FAVELA; LOCOMOTIVA. Coronavírus nas favelas. 2020.

D’ANDREA, T. A formação dos sujeitos periféricos: Cultura e política na periferia de São Paulo. Tese—São Paulo-SP: Universidade de São Paulo, 2013.

D’ANDREA, T. Contribuições para a definição dos conceitos periferia e sujeitas e sujeitos periféricos. Novos Estudos CEBRAP, v. 39, p. 19–36, 2020.

DAS, V.; POOLE, D. (EDS.). Anthropology in the Margins of the State. New Delhi: Oxford, 2004.

DIAS, T.; VON BÜLOW, M.; GOBBI, D. Populist framing mechanisms and the rise of right-wing activism in Brazil. no prelo, [s.d.].

DURHAM, E. A sociedade vista da periferia. In: KOWARICK, L. (Ed.). . As lutas sociais e a cidade: São Paulo, passado e presente. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

ESCUDERO, C. Os impactos da pandemia de COVID-19 nas organizações da sociedade civil: conjuntura, desafios e perspectivas. Brasília-DF: IPEA, maio 2020.

FERNANDEZ, M. et al. Estados diante da pandemia de Covid-19: Uma discussão sobre distanciamento social e baixa arrecadaçãoJOTA, 19 ago. 2020. Disponível em: <https://www.jota.info/opiniao-e-analise/artigos/estados-diante-da-pandemia-de-covid-19-19082020>

HAY, C. Construcvist Institutionalism. In: RHODES, R. A. W.; BINDER, S.; ROCKMAN, B. (Eds.). . The Oxford Book of Political Institutions. Oxford: Oxford Handbooks Online, 2008.

IPOL. Entrevista com MACIEL, M.; DECOTHÉ, M. Protesto e Proteção: O desafio de organizar manifestações no contexto da pandemia, 2020. Disponível em: <https://www.facebook.com/ipolunb/videos/319704842393499>

KLEIN, C. Flipping the city: space and subjectivity in São Paulo periphery. City & Society, v. 31, p. 142–163, 2019.

MAGALHÃES, A. Remoções de favelas no Rio de Janeiro: entre formas de controle e resistência. Curitiba: Appris, 2019.

MASCARO, A. Crise e pandemia. 1. ed. São Paulo-SP: Boitempo, 2020.

MENDONÇA, R.; SIMÕES, P. Enquadramento: diferentes operacionalizações analíticas de um conceito. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 27, n. 79, p. 187–201, 2012.

MOBILIZA; REOSPARTNERS. Impacto da Covid-19 nas OSCs brasileiras: da resposta imediata à resiliência. 2020.

OXFAM. Entrevista com SILVA, R.; CARVALHO, L. Coronavírus e a vida nas periferias. (OXFAM, Ed.)30 abr. 2020. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=AadvSrYao4Y&feature=emb_title>

PIRES, R. Os efeitos sobre grupos sociais e territórios vulnerabilizados das medidas de enfrentamento à crise sanitária da COVID-19: propostas para o aperfeiçoamento da ação pública. Brasília-DF: IPEA, abr. 2020.

SEWELL, W. Historical Events as Transformations of Structures: Inventing Revolution at the Bastille. Theory and Society, v. 25, n. 6, p. 841–881, 1996.

STEINBERG, M. The talk and back talk of collective action: a dialogic analysis of repertoires of discourse among nineteenth‐century. American Journal of Sociology, v. 105, n. 3, p. 736–780, nov. 1999.

TELLES, V. Anos 70: Experiências, práticas e espaços políticos. In: KOWARICK, L. (Ed.). As lutas sociais e a cidade: São Paulo passado e presente. São Paulo: Paz e Terra, 1988.

TELLES, V. Nas dobras do legal e do ilegal: Ilegalismos e jogos de poder nas tramas da cidade. Dilemas: Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, v. 2, n. 5–6, p. 97–126, 2009.

TELLES, V. A cidade nas fronteiras do legal e ilegal. Belo Horizonte: Argumentum, 2010.

UNFPA. Entrevista com ZEZÉ, P.; FRANCO, A.; CASTELLO, G. Webinário #18 | Periferias e a Covid-19: impactos e respostas, 26 ago. 2020. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=YdQ8YaM27Rw>

Downloads

Publicado

14/02/2023

Como Citar

DE SOUZA FONSECA, M. Construção de narrativas em contextos de crise: coletivos de comunicação das periferias na pandemia de Covid-19. Teoria & Pesquisa Revista de Ciência Política, São Carlos, v. 31, n. 2, p. 3–27, 2023. DOI: 10.31068.310201. Disponível em: https://www.teoriaepesquisa.ufscar.br/index.php/tp/article/view/902. Acesso em: 11 dez. 2023.

Edição

Seção

Artigos

Métricas