NEOLIBERALISMO E GÊNERO

ENTRELACE QUE ACENTUA DESIGUALDADES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31068.310102

Palavras-chave:

feminismo, neoliberalismo, wendy brown, homooeconomicus, mulher

Resumo

 

Este ensaio bibliográfico busca compreender como o neoliberalismo se entrelaça e acentua as desigualdades de gênero, afetando sobremaneira mulheres e corpos feminilizados. O objetivo é compreender as reflexões teóricas de Wendy Brown e autoras feminista acerca da governamentalidade neoliberal, sua relação com as mulheres e corpos feminilizados, bem como as possibilidades de resistências feministas. A metodologia adotada é de revisão da literatura, que permite chegar a consideração de necessária atenção frente ao paradoxo presente nos discursos que pregam a autonomização das mulheres, construindo-as como empresárias de si, com liberdade total de escolha entre o mercado e a vida doméstica, única responsável pelos riscos de seus passos na sociedade de livre mercado. Tal paradoxo se firma ao passo que esses discursos ocultam limitações e desigualdades sociais, os quais são ainda legitimados ao serem tomados enquanto decorrentes de uma natureza humana binária pré-existente, ainda que tenha proporcionado certo avanço social e libertário para algumas mulheres no último século.

Biografia do Autor

Stephany Mencato, Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG

Doutoranda junto ao programa de Pós-graduação em Ciência Política da Universidade Federal de Minas Gerais; Mestre em Integração Contemporânea da América Latina; especialista em Relações Internacionais Contemporâneas e Direitos Humanos da América Latina; Graduada em Ciência Política e sociologia, Direito e Pedagogia. Bolsista institucional do programa de Pós-graduação pelo CNPq, e-mail: fannymencato@gmail.com, ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7956-6274

Referências

Referências

AMBRÓZIO, Aldo. Desapropriar-se do Eu. In: RAGO, M.; PELEGRINI, M. Neoliberalismo Feminismos e Contracondutas: Perspectivas Foucaultianas. São Paulo: Intermeios, p. 51-64, 2019.

BROWN, Wendy. American Nightmare: Neoliberalism, Neoconservatism, and De-Democratization. Political Theory. California, v. 36, n. 6, p. 670-714, dez 2006. Disponivel em: <http://www.jstor.org/stable/20452506.>. Acesso em: 19 out. 2020.

BROWN, Wendy. Undoing the Demos: Neoliberalism’s Stealth Revolution. United States of America: zone books, 2015.

BROWN, Wendy. Cidadania Sacrificial. Neoliberalismo, capital humano e políticas de austeridade. Tradução de Juliane Bianchi Leão. PEQUENA BIBLIOTECA DE ENSAIOS. ed. Brasil: ZAZIE Edições, 2018.

BROWN, Wendy. O Frankenstein do neoliberalismo: liberdade autoritária nas 'democracias' do século XXI. In: RAGO, M.; PELEGRINI, M. Neoliberalismo, Feminismos e Contracondutas: Perspectivas Foucaultianas. São Paulo: Intermeios, p. 17-50, 2019.

BROWN, Wendy. Neoliberalism’s Scorpion Tail. In: WILLIAM CALLISON, Z. M. Mutant Neoliberalism: Market Rule and Political Rupture. Nova York: Fordham University, p. 39-60, 2020.

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica: curso dado no College de France (1978-1979). São Paulo: Martim Fontes, 2008.

OKSALA, Johanna. O sujeito neoliberal do feminismo. In: RAGO, M.; PELEGRINI, M. Neoliberalismo Feminismos e Contracondutas: Perspectivas Foucautianas. São Paulo: Intermeios, p. 115-138, 2019.

PELEGRINI, Maurício. Michel Foucault e a crítica feminista ao neoliberalismo. In: RAGO, M.; PELEGRINI, M. Neoliberalismo, Feminismos e Contracondutas: Perspectivas Foucautianas. São Paulo: Intermeios, p. 191-212, 2019.

RAGO, Margareth; PELEGRINI, Maurício. Neoliberalismo, Feminismos e Contracondutas: perspectivas foucaultianas. São Paulo: Intermeios, 2019.

Downloads

Publicado

2022-12-20