NEOLIBERALISMO BRICOLEUR: O IMAGINÁRIO POLÍTICO DE MARINA SILVA

Autores

  • Julio Cesar Lemes de Castro

DOI:

https://doi.org/10.4322/tp.v26i3.615

Resumo

Este artigo de reflexão teórica, baseado em pesquisa bibliográfica e em análise do programa de governo, da propaganda eleitoral, dos debates e das pesquisas, propõe-se a investigar o imaginário político projetado por Marina Silva, bem como seus impasses, tendo como foco a campanha presidencial brasileira de 2014. Essa candidatura abraça a agenda econômica do neoliberalismo, mas representa um aggiornamento do imaginário neoliberal. A aura de modernidade é conferida pela ideia de sustentabilidade e pela metáfora da rede. Ao mesmo tempo, Marina adiciona um componente moral ao consenso racional do neoliberalismo com sua proposta de nova política. Além disso, a candidata procura capitalizar sua imagem pessoal singular, suas origens populares, sua trajetória política e sua religiosidade por meio de uma postura messiânica. Dessa combinação heteróclita resulta algo como um neoliberalismo bricoleur.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02/05/2018

Como Citar

CASTRO, J. C. L. de. NEOLIBERALISMO BRICOLEUR: O IMAGINÁRIO POLÍTICO DE MARINA SILVA. Teoria & Pesquisa Revista de Ciência Política, São Carlos, v. 26, n. 3, 2018. DOI: 10.4322/tp.v26i3.615. Disponível em: https://www.teoriaepesquisa.ufscar.br/index.php/tp/article/view/615. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos Livres

Métricas