A APROPRIAÇÃO DA NOÇÃO DE ESTADO BONAPARTISTA DAS OBRAS HISTÓRICAS DE KARL MARX NO CONCEITO DE POPULISMO NO BRASIL

Autores

  • Natália Cristina Granato

DOI:

https://doi.org/10.4322/tp.v29i3.855

Resumo

Neste trabalho, temos a intenção de verificar a influência da teoria política marxista, sobretudo nas obras históricas de Marx na teoria do populismo no Brasil, prioritariamente na produção de Francisco Weffort. Compararemos duas revoluções, a de 1848, na França e a de 1930, no Brasil. A partir desses eventos, analisaremos o advento do Estado bonapartista na França e do Estado populista no Brasil. Resguardadas suas peculiaridades e diferenças procuraremos de que forma a teoria política de Marx nas suas obras históricas influenciou a teoria do Estado populista no Brasil, escrita por teóricos inspirados por essa linha. Procuraremos apontar semelhanças e diferenças entre tais obras. Também situaremos as obras que operam com os conceitos de bonapartismo e populismo e apontaremos para pontos centrais dessas produções

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05/04/2021

Como Citar

GRANATO, N. C. A APROPRIAÇÃO DA NOÇÃO DE ESTADO BONAPARTISTA DAS OBRAS HISTÓRICAS DE KARL MARX NO CONCEITO DE POPULISMO NO BRASIL. Teoria & Pesquisa Revista de Ciência Política, São Carlos, v. 29, n. 3, 2021. DOI: 10.4322/tp.v29i3.855. Disponível em: https://www.teoriaepesquisa.ufscar.br/index.php/tp/article/view/855. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Métricas