DEMOCRACIA EM FASE TERMINAL NAS AMÉRICAS? COMENTÁRIOS SOBRE “COMO AS DEMOCRACIAS MORREM”

Autores

  • Nayara Albrecht

DOI:

https://doi.org/10.4322/tp.v28i2.740

Resumo

Este trabalho consiste em resenha da obra “How Democracies Die” de Steven Levitsky e Daniel Ziblatt. A resenha aborda os elementos principais do livro, sobretudo a ascensão do populismo autoritário no âmbito da discussão sobre regimes políticos. Na Ciência Política, a distinção clássica de regimes corresponde à divisão entre democracias e autocracias. No entanto, a atenção dos analistas tem se voltado cada vez mais aos chamados “regimes híbridos”, sistemas que combinam características de regimes democráticos e autoritários. Segundo Steven Levitsky e Daniel Ziblatt, as democracias, no período contemporâneo, terminam não apenas por golpes de Estado, mas principalmente devido a ações de líderes eleitos que subvertem as vias institucionais em prol da concentração do poder. A resenha expõe reflexões sobre eventos políticos recentes no Brasil e nos Estados Unidos de forma a analisar em que medida o enquadramento utilizado pelos autores aplica-se a tais realidades

Downloads

Publicado

2019-11-02

Edição

Seção

Resenhas