CONSIDERAÇÕES SOBRE OS TIPOS IDEAIS DE POLÍTICA E DE CIÊNCIA NO PENSAMENTO WEBERIANO

Autores

  • Odair José Torres Araújo

DOI:

https://doi.org/10.4322/tp.v28i3.763

Resumo

Ciência e política se encontram em esferas distintas da atividade humana, possuem propósitos específicos que as diferenciam. Essa afirmação se enquadra perfeitamente bem no pensamento weberiano. Diferente dessa perspectiva, temos reflexões contemporâneas no que tange a governança da ciência, nessa linha de reflexão compreende-se que ciência e política não estão em esferas tão separadas, ao contrário, a governança da ciência passaria diretamente pela a atividade política. Assim, a questão que se impõe investigar diz respeito a construção weberiana das concepções de ciência e política enquanto tipos ideias. Seriam essas concepções apartadas da realidade por representarem um dever ser desejado pelo autor e não uma descrição conceitual? Ainda, as reflexões aqui propostas nos levarão a considerar as contribuições epistemológicas de Brown e Kicther na análise do tema em tela. Esses autores não apenas apontam para uma direção diferente daquela defendida por Weber, como se propõem a defender que a governança da ciência implica na necessidade da participação de atores externos à essa atividade

Downloads

Publicado

2020-02-15

Edição

Seção

Resenhas