Políticas Editoriais

Foco e Escopo


Teoria & Pesquisa publica artigos, resenhas de livros e notas de pesquisa. Os trabalhos podem ser submetidos em português, inglês ou espanhol; caso aceitos, serão publicados no idioma original.

 

Políticas de Seção

Editorial

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Revisitando o(s) populismo(s)

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resumos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevistas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Tradução

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Gênero é Política

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos Livres

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Notas de Pesquisa

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Política de Acesso Livre

A revista oferece acesso livre a todo seu conteúdo.

 

Guia de Submissão


A não observação das regras abaixo implica na devolução do original ao autor.

Teoria & Pesquisa publica artigos, resenhas de livros e notas de pesquisa nas diferentes áreas da Ciência Política. Os trabalhos podem ser submetidos em português, inglês ou espanhol; caso aceitos, serão publicados no idioma original. Cada artigo deve ter no máximo 30 páginas, e cada resenha ou nota de pesquisa, no máximo dez páginas. Os trabalhos a serem avaliados podem ser enviados para o e-mail da editoria executiva da revista: rtp@ufscar.br . A decisão sobre a publicação cabe aos editores, a partir da avaliação dos pareceristas.

O autor deve enviar dois arquivos separados, em formato Word. Um deles, sem qualquer identificação de autoria, deve conter: título do trabalho, resumo com até 250 palavras, indicação de até quatro palavras-chave, e o texto completo do trabalho, incluindo quadros, tabelas, gráficos e figuras, já situados nos locais corretos. O segundo arquivo consiste numa folha de rosto, contendo: título do trabalho, autor(es) do trabalho, qualificação acadêmica e filiação institucional dos autores, endereços eletrônico e postal, e telefones para contato. Caso o trabalho venha a ser publicado, o autor deverá fornecer abstract, keywords, e o título do artigo em inglês.

Formatação:
Fonte: Times New Roman, corpo 12.
Espaço entrelinhas: 1.5. Não colocar espaços antes e após os parágrafos.
Margens: 2.0 em todas as margens (papel A4).

Citações e referências:
No corpo do texto, as citações devem seguir o padrão autor-data, com sobrenome do autor e ano de publicação; se necessário, a numeração de página é colocada logo após. Trabalhos citados nos mesmos parênteses devem ser separados por ponto e vírgula. Utilizar et al. para citações com mais de três autores.

Ex.: (Duverger, 1987); conforme sublinha Duverger (1987: 47-51); (Przeworski, Stokes e Manin, 1999); (Pitts et al., 2008); (Figueiredo, 1989; Bardi, 2006).

As referências, listadas em ordem alfabética ao final do texto, devem utilizar espaçamento entrelinhas simples e não apresentar et al., conforme a seguinte formatação (Atenção: não usar caixa alta para o sobrenome do autor).

Livros:
Sobrenome, nome do autor. Ano. Título do livro em itálico: subtítulo em itálico. Local de publicação: Editora.

Leal, Victor Nunes. 1975. Coronelismo, enxada e voto. São Paulo: Alfa-Omega.

Praça, Sérgio e Diniz, Simone. 2005. Partidos políticos: funcionam? São Paulo: Paulus.

Capítulos em coletâneas:
Sobrenome, nome do autor. Ano. Título do capítulo. In Nome (abreviado) e
Sobrenome do(s) organizador(es) da coletânea (org./orgs. ou ed./eds.), Título do livro em itálico. Local de publicação: Editora, p. XX.

Hay, Colin, 1995. Structure and Agency. In D. Marsh e G. Stoker (eds.), Theory and Methods in Political Science. New York: Macmillan, p. 197-213.

Melo, Marcus André. 2007. Hiperconstitucionalização e qualidade da democracia: mito e realidade. In C. R. Melo e M. Alcántara (orgs.), A democracia brasileira: balanço e perspectivas para o século 21. Belo Horizonte: Editora da UFMG, p. 237-265.

Artigos:
Sobrenome, nome do autor. Ano. Título do artigo. Nome da publicação em itálico, vol.(núm.): intervalo de páginas.

Crotty, William. 1970. A Perspective for the Comparative Analysis of Political Parties. Comparative Political Studies, 3(3): 267-296.

Palermo, Vicente. 2000. Como se governa o Brasil? O debate sobre instituições políticas e gestão de governo. Dados, 43(3): 521-557.

Teses e dissertações:
Sobrenome, nome do autor. Ano. Título do trabalho em itálico. Tese (ou dissertação) de doutorado (ou mestrado), Universidade.

Oliveira, Lucia Lippi de. 1973. O Partido Social Democrático. Dissertação de mestrado, Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

Figueiredo, Marcus. 1989. Democracia, Comportamento Eleitoral e Racionalidade do Voto. Tese de doutorado, Universidade de São Paulo.

Trabalhos em congressos:
Sobrenome, nome do autor. Ano. Título do trabalho. Local do evento, nome do
evento.

Dúvidas: rtp@ufscar.br

 

Conselho Editorial

Alessandra Aldé
Instituto de Estudos Sociais e Políticos - IESP, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

André Marenco
Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil

Anthony Pereira
King’s College London, London, United Kingdom

Bruno Wanderley Reis
Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Belo Horizonte, MG, Brasil

Celina Souza
Universidade Federal da Bahia - UFBA, Salvador, BA, Brasil

Cicero Araujo
Universidade de São Paulo - USP, São Paulo, SP, Brasil
Cláudio Gonçalves Couto
Fundação Getulio Vargas - FGV, São Paulo, SP, Brasil

David Samuels
University of Minnesota, St. Paul, United States

Fabiano Santos
Instituto de Estudos Sociais e Políticos - IESP, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Fernando Azevedo
Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, SP, Brasil

Flávia Freidenberg
Instituto de Investigaciones Jurídicas, Universidad Nacional Autónoma de México

Frédéric Lebaron
ENS de Cachin, Presidente da Associação Francesa de Sociologia

José Luis Dader
Universidad Complutense de Madrid, Madrid, Espanha

Luis Felipe Miguel
Universidade de Brasília - UnB, Brasília, DF, Brasil

Manuel Alcántara Sáez
Universidad de Salamanca, Salamanca, Espanha

Marcos Costa Lima
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, Recife, PE, Brasil

Maria Teresa Kerbauy
Universidade Estadual Paulista - UNESP, Araraquara, SP, Brasil

Rachel Meneguello
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, Campinas, SP, Brasil

Renato Monseff Perissinotto
Universidade Federal do Paraná - UFPR, Curitiba, PR, Brasil

Thales Haddad Andrade
Universidade Federal de São Carlos, UFSCar, SP, Brasil

Yan de Souza Carreirão
Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Florianópolis, SC, Brasil